sábado, 10 de janeiro de 2015

Briga entre taxistas e motoristas clandestinos no Aeroporto de Confins termina em troca de tiros


Dois homens teriam atirado quatro vezes contra o terminal


Quatro disparos foram efetuados no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, após taxistas de cooperativas e motoristas clandestinos terem se desentendido. Ninguém ficou ferido.
Segundo testemunhas, dois homens em um carro preto pararam no estacionamento. Um deles estava armado e disparou pelo menos quatro vezes em direção ao aeroporto. Cerca de 50 pessoas entre taxistas, funcionários e passageiros estavam no local. Após os disparos, a dupla fugiu sentido Belo Horizonte e não foi localizada.
No momento dos tiros havia apenas um policial fazendo a segurança da área e, de acordo com testemunhas, nada pôde fazer. A PM não quis gravar entrevista. 
De acordo com os taxistas, cerca de 400 carros clandestinos, que fazem transporte irregular, rodam diariamente pelo terminal. Os piolhos, como são chamados, abordam os passageiros ainda do lado de dentro e oferecem corridas com preços bem mais baixos já que não pagam impostos. Um taxista, que não quis se identificar, conta que não tem como competir com os clandestinos já que paga caro pela vaga e, principalmente, para manter todas as taxas em dia.
— Eles têm a possibilidade de trocar de carro a todo momento e não pagam impostos. Além dos custos altíssimos que a gente tem aqui no aeroporto que ele não têm.
Os taxistas pretendem realizar nesta segunda-feira (12) uma manifestação contra o transporte ilegal no Aeroporto de Confins.]
R7MG

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...