quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Programa em MG propõe que presos trabalhem na manutenção de ruas



Um termo de compromisso entre a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e o município de Viçosa, firmado nesta semana, viabiliza atividades de profissionalização, capacitação, qualificação e ressocialização de presos. Na cidade, a mão-de-obra dos presos poderá ser utilizada na manutenção das ruas da cidade.
A assinatura do termo foi o primeiro passo para a efetivação do programa “Construindo a Liberdade”, realizado pela Prefeitura, que deve ter início em janeiro de 2015.
O projeto ainda prevê a instalação de uma fábrica de bloquetes, meio-fio e sarjetas dentro do presídio. Os materiais produzidos serão usados no calçamento das ruas da cidade.Cerca de 30 detentos do regime semi-aberto serão selecionados para trabalhar nas ruas, separados em grupos e acompanhados por um chefe de obras da Secretaria de Obras. Cada grupo será responsável pela manutenção das ruas de um determinado setor, fazendo trabalhos de tapa-buracos e capina.
O regime de trabalho será de oito horas e cada preso irá receber 3/4 do salário mínimo.
Por: G1

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...