quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

PF indicia 57 pessoas em esquema que desviou mais de R$ 50 milhões de cofres públicos no sul de MG


Investigações tiveram início em 2012 e resultaram na Operação Metástase no ano passado


A Polícia Federal concluiu na última quarta-feira (10) o inquérito da operação Metástase, que investigava um esquema de desvio de verbas públicas em Três Corações, na região sul de Minas Gerais. Ao todo foram indiciadas 57 pessoas suspeitas de envolvimento no desvio de mais de R$ 50 milhões da prefeitura da cidade. 
De acordo com a PF, entre os indiciados estão servidores públicos, empresários e profissionais liberais, que atuavam no poder Legislativo e Executivo fraudando procedimentos licitatórios e contratos firmados entre a administração municipal e empresas da cidade. Além disso, algumas das empresas contratadas seriam de propriedade de servidores do próprio município, o que é vetado por lei.
Ainda conforme as investigações, as irregularidades envolviam desde eventos públicos, como a festa anual da cidade denominada "Três Corações Rodeio Show" até a reforma da "Casa Pelé" e os suspeitos vão responder pelos crimes de fraude a licitação, associação criminosa, falsidade ideológica, peculato , corrupção passiva e falso testemunho.
As investigações tiveram início há dois anos, quando foram detectados indícios claros de irregularidades na prestação de serviços públicos no município entre os anos de 2009 e 2012 e a operação Metástase foi realizada em 17 de dezembro de 2013. Na ocasião, a Polícia Federal cumpriu 37 mandados de prisão temporária, 20 mandados de condução coercitiva e 75 mandados de busca e apreensão. 
R7MG

Câmara dos Deputados promove degustação de queijos mineiros

Evento foi articulado pelo presidente interino Fábio Ramalho (PMDB) e terá a participação do governador Fernando Pimentel (PT)