segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Mulher é brutalmente agredida até a morte por ex-detento próximo ao trevo da Escola Agrícola

                            
                     

Uma mulher foi brutalmente assassinada na manhã dessa segunda-feira (22) próximo ao trevo que dá acesso à Escola Agrícola, na avenida Afonso Queiroz. A Polícia Militar já conseguiu prender o autor que possui diversas passagens pela polícia e havia deixado o Presídio há dois dias. A Perícia da Polícia Civil foi até o local para registrar mais este homicidio em Patos de Minas. Maira Guimarães Amorim, 30 anos, foi morta com facadas e chutes. 
O crime aconteceu por volta das 8h da manhã. O desentendimento entre o casal começou quando eles seguiam em um Peugeot/206 na avenida Afonso Queiroz em direção ao Bairro Sebastião Amorim. Motoristas que passavam pela avenida presenciaram as agressões. Pedindo socorro, Maira conseguiu frear e tentou fugir, mas o autor a agarrou e a vítima caiu. Com ela no chão, Gedean Maquiel Martins, 28 anos, foi pisando na cabeça dela. Nesse momento, o motorista de uma caminhonete foi para cima dele com uma enxada, mas o fato já havia sido consumado. 
As testemunhas disseram que só não evitaram as agressões porque Gedean disse que estava armado. Quando as testemunhas perceberam que não havia arma alguma, eles foram para para cima dele e o autor fugiu. A Polícia Militar foi acionada e prendeu Gedean em seguida. O SAMU foi acionado para tentar salvar a mulher, mas quando chegou ao local ela já estava sem vida. Gedean tem uma extensa ficha criminal e mantinha um relacionamento com a vítima mesmo estando preso. No momento da prisão, Gedean apresentava um ferimento e estava com o corpo coberto pelo sangue da mulher. Ele não reagiu. O delegado Luís Mauro Sampaio foi até o local e começou as investigações. O crime pode ter sido por ciúmes. 
Várias marcas de sangue ficaram no carro e no asfalto. Peritos da Polícia Civil identificaram além de graves ferimentos na cabeça cerca de 5 perfurações em Maira. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal - IML para ser constatada a causa da morte. Várias pessoas foram para o local para ver o que havia acontecido. Muito abalados, familiares da vítima tiveram que ser amparados. 
De acordo com o Delegado da Delegacia de Homicídios, Alex Muller, este foi o 28º assassinato do ano em Patos de Minas. Também foram registrados 3 latrocínios. Com estes números, 2014 fica sendo o ano mais violento da história de Patos de Minas. 
Por: Patos Hoje

Câmara dos Deputados promove degustação de queijos mineiros

Evento foi articulado pelo presidente interino Fábio Ramalho (PMDB) e terá a participação do governador Fernando Pimentel (PT)