sábado, 27 de dezembro de 2014

Homem suspeito de assassinar fiscal em supermercado de BH é preso

             

O homem suspeito de ter assassinado o fiscal de supermercado Vinícius Linhares de Jesus, de 34 anos, foi preso nesta sexta-feira (26), em Belo Horizonte. Segundo a Polícia Civil, Ivair Maria Alves, de 46 anos, foi preso em casa e não resistiu à prisão. A polícia disse que há um ano e meio ele descobriu um relacionamento da mulher dele com a vítima. Os dois teriam trabalhado juntos no supermercado. Ivair contou à polícia que viu fotos da mulher com Vinicius em uma rede social. A vítima foi morta a tiros dentro de um supermercado, na Região Nordeste da capital mineira.
Ivair era detetive, mas em 1995 foi demitido da Polícia Civil por abandono de emprego. Atualmente, ele trabalhava como caixa executivo de um banco. Ele é acusado de ter matado um homem dentro de casa em julho deste ano e alegou legítima defesa.
A polícia afirma que em março deste ano, a mulher de Ivair registrou uma ocorrência alegando ter apanhado do marido. Ele é acusado de homicídio qualificado, que tem pena que varia de 12 a 30 anos de prisão.
O crime
Vinícius foi morto a tiros nesta sexta-feira no local onde ele trabalhava na Região Nordeste de Belo Horizonte. O crime aconteceu em um supermercado fica em um complexo de lojas na Avenida Cristiano Machado, 1.794, no bairro Cidade Nova. O crime ocorreu por volta das 11h30.
"Foi uma execução. [O suspeito] Já veio com o propósito de matar a vítima. O autor falou: 'é você mesmo desgraçado', e efetuou os disparos", disse o sargento da PM Edinei Soares dos Santos. A polícia não considera a hipótese de latrocínio, já que nada foi roubado do supermercado.
A família da vítima disse que Vinícius adorava fazer esportes e nunca se envolveu com drogas. A PM confirmou que o rapaz não tinha passagem pela polícia. A principal suspeita é de crime passional."A vítima é uma pessoa bem relacionada, não tem envolvimento em nenhum tipo de crime, tráfico, bem querida por todos os funcionários. Então não levantamos outra hipótese que não seja crime passional ou desentendimento dele com alguém", completou o policial.
Geraldo de Jesus, pai de Vinícius, disse que estranhou o filho no Natal, que parecia estar preocupado. "Ele é calmo tranquilo, alegre. Um filho maravilhoso. Melhor do mundo. Não tem igual. Se tinha algum segredo morreu com ele", contou.
O supermercado informou que lamenta o ocorrido e que prestou toda a assistência à família da vítima.
Por:G1

NOTÍCIA DO PAGAMENTO, OU FALTA DELE

Prezados Policiais Militares, Após permanente contato com a Secretaria da Fazenda na data de hoje, fomos comunicados neste momento que o ...