domingo, 14 de dezembro de 2014

Adolescente é apreendido em Uberlândia após forjar sequestro para extorquir a mãe

                             

Garoto de 16 anos pediu R$ 50 mil e confessou o crime para a polícia.
Caso investigado pela Polícia Civil de Uberlândia foi concluído sexta (12).

Um menor de 16 anos foi apreendido na noite desta sexta-feira (12) suspeito de ser o autor do próprio sequestro em Uberlândia. O caso era investigado pela Polícia Civil desde o início da semana e terminou com o flagrante do adolescente durante a entrega do dinheiro pedido no resgate.Segundo a delegada Paula Freitas, o adolescente sumiu no último fim de semana levando o notebook e o aparelho celular. Na terça-feira (9) a mãe procurou a delegacia e denunciou o sequestro do filho, em que o suposto sequestrador ligava para ela e pedia R$ 50 mil para entregar o rapaz. No intuito de apavorar a mulher e forçá-la a entregar o dinheiro, o possível suspeito dizia durante as negociações que iria matar o adolescente e jogar a cabeça dele no quintal da casa. “A partir de então iniciamos as investigações e no dia em que seria feita a entrega do dinheiro montamos campana próxima à casa da vítima e nos deparamos com o próprio adolescente indo buscar a quantia”, disse.O combinado era que o dinheiro fosse colocado em uma mochila azul e deixado na frente da residência em que o adolescente mora, no Bairro Umuarama, por volta das 18h desta sexta-feira. A polícia então colocou um tijolo no lugar do valor e aguardou o autor se aproximar para fazer a abordagem.Durante a ação policial, o adolescente acabou confessando o crime. “Fiquei surpresa com a frieza dele. Mesmo depois de ser descoberto, de ver a mãe chorando, ele não demonstrou qualquer arrependimento e deu várias versões para a situação”, comentou Freitas.Ainda de acordo com a delegada, o rapaz informou que queria o dinheiro para comprar uma motocicleta e ir para São Paulo. Durante o depoimento ele não informou à polícia onde estava durante todo este tempo em que fingiu estar sequestrado, mas confessou, ainda, que fazia as ligações para a mãe usando um fone para abafar a voz e não parecer que fosse ele falando.O celular usado pelo adolescente foi apreendido e, nele, constatadas as ligações feitas à mãe comprovando a tentativa de extorsão. Ele foi encaminhado ao Centro Socioeducativo de Uberlândia (Ceseu) e na segunda-feira (15) será apresentado à Promotoria da Vara da Infância e Juventude.
Por: G1 Triângulo Mineiro

Governo de MG diz que 88% dos servidores receberam duas parcelas do salário

Em nota, a Secretaria de Estado de Fazenda informou que o estado trabalha para pagar os últimos 12% 'o quanto antes'