Após quase 96 horas de trabalhos de resgate em Brumadinho, o tenente Pedro Aihara, do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, afirmou que "esta é uma operação para semanas". Em um pronunciamento à imprensa na manhã desta segunda-feira (25), o militar afirmou, ainda, que a possibilidade de encontrar pessoas com vida ou ilhadas é muito pequena.